Bem-vindo: 24 Set 2018, 00:16

Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 488 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 44, 45, 46, 47, 48, 49  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 17 Jan 2017, 12:39 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 13 Set 2016, 21:19
Mensagens: 13
Cidade onde mora: SãoPaulo/SP
No fim de 2016 fiz uma viagem de 1400 KM (SP -> BA), voltei no começo desse mês.

A T250 serve sim para longas viagens. Se você pretente andar entre 95 ~ 105 km/h a moto é ótima. Se quiser andar entre
110 ~ 120 ela também anda, mas vc sofre em automia e desgaste físico.

Uma dica importante é trocar o banco, o original é muito duro.

Fiz uma média de 30,3 km/l, o que considero ótima. Tem mais detalhes nessa foto: https://www.flickr.com/photos/hevilavio/31751594451/


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 24 Jan 2017, 22:41 
Offline

Registrado em: 03 Jun 2016, 19:22
Mensagens: 8
Cidade onde mora: maceio
Saudaçoes amigos tenereiros!!!

A uns 20 dias atras fiz uma viagem de aproximadamente 2300km com a T250. Estava carregado com bagagem (bau 45l e par de alforges 30l cada) e garupado (eu e minha esposa devemos pesar uns 130 kg juntos). Rodando com uma velocidade entre 90 e 110 km.h, consegui medias de consumo entre 22 e 24 km.l apenas!!!! Ah, e com essa carga, sofre um pouco nas subidas e ultrapassagens.

A moto, sem duvida, é otima, mas como a turma ja comentou, nao da pra exigir o que ela nao dá, ou seja, se vc pretende rodar a 120 km.h, nao terá folego para as ultrapassagens, por isso, o ideal é se manter paciente e rodar entre 90 e 100 km.h!!!

O banco original de fato é horrivel, por isso, programei paradas a cada 150 km rodados, o que se mostrou ideal para manter a fadiga sob controle.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 24 Jan 2017, 22:52 
Offline

Registrado em: 16 Set 2014, 10:45
Mensagens: 13
Cidade onde mora: São Luís/MA
Tenho uma Tenere 15/16 e um dos motivos que comprei foi pensando em viagens com a garupa. Fizemos uma de teste, cidade próxima (80km) por rodovia estadual, tanto que nem cruzei por grande caminhões ou ônibus, somente micro ônibus nesse trecho. Sou de rodar tranquilo, de carro mesmo, fico na faixa de 90~110 km/h. Eu e a esposa pesamos cerca de 170kg, e aí está a minha preocupação, sem contar as bagagens. Penso que quando começar a viajar mais, e em rodovias de trânsito mais intenso, devo começar a estudar um subida de cilindrada.
Alguém daqui já fez ou faz regularmente viagens com essa faixa de peso (no meu caso, adicionando bagagens, deve chegar a 190kg e sei que ultrapassa a capacidade da Tenere)??


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 16 Fev 2017, 12:30 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 23 Jun 2011, 21:55
Mensagens: 1072
Cidade onde mora: Indaial/SC
jmfilho escreveu:
Tenho uma Tenere 15/16 e um dos motivos que comprei foi pensando em viagens com a garupa. Fizemos uma de teste, cidade próxima (80km) por rodovia estadual, tanto que nem cruzei por grande caminhões ou ônibus, somente micro ônibus nesse trecho. Sou de rodar tranquilo, de carro mesmo, fico na faixa de 90~110 km/h. Eu e a esposa pesamos cerca de 170kg, e aí está a minha preocupação, sem contar as bagagens. Penso que quando começar a viajar mais, e em rodovias de trânsito mais intenso, devo começar a estudar um subida de cilindrada.
Alguém daqui já fez ou faz regularmente viagens com essa faixa de peso (no meu caso, adicionando bagagens, deve chegar a 190kg e sei que ultrapassa a capacidade da Tenere)??


Assim... A tenere atende bem para viagens curtas com garupa e bagagem e viagens um pouco mais longas sozinho...

Com garupa e bagagem ele é boa para tiros curtos, 300/400 km num dia...

Mais que isso a viagem se torna bastante cansativa, coisa que não acontece quando se tem uma moto de maior cilindrada...

Tive uma tenere por 3 anos... Fiz várias viagens curtas e uma viagem "longa" de 3.000 km com garupa... Na viagem longa foi sofrido, chegamos ao destino também, mas bastante cansativo...

Logo fiz um UP e posso afirmar que a diferença é grande...
1. Motor sempre sobrando... Você continua viajando a 110km/h como na tenere, mas com muito motor sobrando, o que torna as ultrapassagens muito mais seguras e outras situações que exigem mais motor, como vento contra, etc.
2. Peso... A moto é mais pesada, logo, não sofre tanto com o vento deslocado por caminhões..

Resumindo...
A tenere, a CG, a POP, vão para qualquer lugar... Mas quanto melhor a moto, maior a qualidade do deslocamento e menos cansativa a viagem.

_________________
"SER MOTOCICLISTA É UM ESTADO DE ESPÍRITO, É UMA PAIXÃO, É UM JEITO DE SER"


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 16 Fev 2017, 23:28 
Offline

Registrado em: 24 Nov 2016, 20:12
Mensagens: 75
Localização: Passos - MG
Cidade onde mora: Montes Claros - MG
Na semana passada fiz um bate e volta de 1090 km, fui sozinho e com um baú de 47L.
A moto se comportou bem e depois de 13 horas pilotando, eu estava inteiro.
Como antes eu já tinha uma Fazer 250 e fazia viagens longas, acostumei a andar entre 100 e 115 km/h, a única diferença que notei é que devido a frente maior da tenere, na volta peguei bastante vento contra, ela fica mais amarrada e consome mais. Na ida fiz 28 e 24 km/L, na volta foram 21 km/L.

_________________
Atual: Tenere 250 17/17

Ex:MT-07 ABS 15/16
Tenere 250 14/14
Fazer 250 12/13


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 26 Mar 2017, 22:52 
Offline

Registrado em: 26 Mar 2017, 22:00
Mensagens: 4
Cidade onde mora: Brasília DF
No início deste ano rodei com a Tenerê 250 2014 cerca de 3400km, no trajeto de ida e volta entre Brasília e Florianópolis. Fui sozinho, e apenas com o baú traseiro, sendo que amarrei uma mochila grande no lugar do garupa que servia de encosto pras costas. Em média a moto faz cerca de 30 a 31km/l na cidade de Brasília que tem um trânsito que flui em largas avenidas (tenho 1,72m e peso 70kg). Para a viagem me preparei pra um consumo um pouco menor, qual foi minha surpresa ao parar pra abastecer com 320km rodados (na cidade de Catalão-GO) e descobrir que no tanque tinha apenas cerca de 0,5 L de gasolina, ou seja, o consumo caiu pra 20km/l pois estava rodando no limite da capacidade da moto mantendo cerca de 120km/h de velocímetro (no GPS a velocidade real é sempre EXATOS 10% a menos da velocidade que você lê no velocímetro, ou seja, 120 - 12 = 108km/h real).
Depois disto procurei manter cerca de 110km/h de velocímetro (100km/h real) e a média ficou entre 25 a 27km/l. Pouco antes de chegar no estado de SP peguei bastante chuva, mas como era verão não passei frio, e mesmo com chuva forte deu pra manter a mesma velocidade nas retas da Bandeirantes. Saí de Brasília às 8h da manhã e toquei 1400km direto até Curitiba, chegando lá por volta de 2h da madrugada. 2 dias depois concluí os 300km restantes até Floripa. Na volta fiz exatamente o mesmo trajeto.
Ressalto que o banco fica desconfortável depois de uns 200km rodando....e depois dos 1000km no dia piora um pouco mais, mas nada que pilotar um pouco de pé não dê uma trégua, mas penso que pra quem planeja fazer grandes trajetos em um dia, valha a pena investir num banco mais confortável, para trajetos menores o banco é tranquilo.
Equipei a moto com um carregador USB e usei o celular como GPS. RECOMENDO o app HERE WeGo, que é GRATUITO e 100% OFFLINE. Neste APP você faz o download dos mapas do Brasil e de quase todos os países do mundo, sendo que em países grandes como o Brasil, Estados Unidos dentre outros, existe a opção de download dos mapas por estados, devido o tamanho dos arquivos. O Brasil todo fica em torno de 1,2 GB. Pra quem vai andar pelos países vizinhos existem os mapas também.
https://play.google.com/store/apps/deta ... maps&hl=pt
https://itunes.apple.com/br/app/here-we ... 37609?mt=8
Coloquei o descanso central, protetor de cárter, reforço de quadro, protetor de motor, bolha maior e corta fio.
Descobri na estrada a noite que o meu farol estava desregulado, com o foco para cima, ajuste simples de fazer usando uma chave philips no painel no orificio próprio para tal ajuste, o qual fiz de modo gratuito na Concessionária MOTOMANIA da Yamaha em Curitiba.
Na chuva segui a dica de um colega e utilizei a capa de chuva por baixo da jaqueta, pois não caberia por cima. Esqueci que os zipers não são impermeáveis e paguei pedágios com dinheiro ensopado. Por cima da luva utilizei aquelas luvas emborrachadas de faxina (material nitrilo) bem baratas, que mantem a mão seca, aquecida e evitam que entre água pelos punhos pra dentro das mangas!
Quanto ao comportamento da moto ela é feita pra rodar a 100, 110km/h de velocímetro, mais que isso ela fica no limite e o consumo aumenta e a autonomia diminui, sem grandes ganhos em termos de tempo. A frenagem dela não é das melhores, então é bom sempre trabalhar com antecipação e evitar se colocar em situações que possam exigir uma frenagem brusca.
Estar na estrada curtindo a liberdade da moto é uma sensação indescritível, e mesmo o cansaço de uma perna longa de viagem em um dia é compensado pelo sentimento de "dever cumprido" e superação. Com certeza esta viagem me inspirou a sonhar com outras ainda mais desafiantes, mas rodando no máximo 1000km em um dia!

OBS1: ressalto que as 3 virtudes da TE 250 são confiabilidade, economia e capacidade "all terrain"! Com certeza uma BMW F800GS Adventure seja melhor pra viajar....mas custa 3 vezes mais só pra comprar....fora manter....mas essa matemática é de cada um.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 05 Abr 2017, 00:58 
Offline

Registrado em: 24 Nov 2016, 20:12
Mensagens: 75
Localização: Passos - MG
Cidade onde mora: Montes Claros - MG
Parabéns pela viagem Roddd. O máximo que fiz em um dia foi rodar 1200 km.
Como já tenho experiência com esse motor 250 da yamaha, realmente em viagens longas não adianta querer andar acima de 120, pois o consumo aumenta bastante e o cansado físico também.

Sobre a capa de chuva, quando fui comprar a minha, eu fui com a minha jaqueta e coloquei uma capa que veste por cima da jaqueta.
Pois na chuva, pegamos muitas sujeiras, e a jaqueta além de demorar muito para secar, a sujeira impregna e fica complicado ficar limpando. Com a capa por cima da jaqueta, logo que parar e se ela estiver suja de barro, areia, é só bater uma água e em questão de pouco tempo ela está seca.

_________________
Atual: Tenere 250 17/17

Ex:MT-07 ABS 15/16
Tenere 250 14/14
Fazer 250 12/13


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 05 Abr 2017, 19:01 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 26 Out 2012, 11:21
Mensagens: 230
Cidade onde mora: Santo André/SP
Roddd escreveu:

OBS1: ressalto que as 3 virtudes da TE 250 são confiabilidade, economia e capacidade "all terrain"! Com certeza uma BMW F800GS Adventure seja melhor pra viajar....mas custa 3 vezes mais só pra comprar....fora manter....mas essa matemática é de cada um.


Posso garantir que a F800 vale cada centavo. Não tive tantas motos mas sem dúvida é a melhor delas.


Respondendo a pergunta do tópico, minha opinião é que sabendo respeitar as limitações ela chega em qualquer lugar. Como o piloto vai chegar é que é a questão.
Estou com minha segunda tenere 250 a menos de 1 mês e praticamente viajo pra ir trabalhar, são 125km por dia e minha região glutea já não suporta mais. Não consigo entender porque a Yamaha não coloca uma espuma mais macia no banco.....

_________________
NX 200 > XT 225> Tenere 250 > Tenere 660> Citycom > F800GSA + Tenere 250


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 10 Abr 2017, 22:02 
Offline

Registrado em: 26 Mar 2017, 22:00
Mensagens: 4
Cidade onde mora: Brasília DF
Highlander Alex qual a vantagem de ter as motos, uma F800GSA e também uma TE 250 ao mesmo tempo? Fiquei curioso!!!!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 11 Abr 2017, 08:05 
Offline
Avatar do usuário

Registrado em: 26 Out 2012, 11:21
Mensagens: 230
Cidade onde mora: Santo André/SP
Não sei exatamente se tem vantagem, no meu caso acabei ficando com 2 motos por conta de fatos ocorridos e já discutidos em outros tópicos que nem gosto de lembrar.
Gosto do estilo trail, moto alta e tal. A tenere é pra uso diário e como trabalho longe, pra não rodar demais a F800.
Não dá pra ficar andando de F800 pra todo lado, estacionando em rua, etc. Se morassemos num país mais civilizado ficaria só com a F800.
Apesar de visualmente serem parecidas, em cima delas a diferença é absurda.

_________________
NX 200 > XT 225> Tenere 250 > Tenere 660> Citycom > F800GSA + Tenere 250


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 488 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 44, 45, 46, 47, 48, 49  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários registrados: Bing [Bot], Google Adsense [Bot]


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB