Bem-vindo: 15 Out 2018, 05:05

Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 168 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 12, 13, 14, 15, 16, 17  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 01 Jul 2017, 19:16 
Offline

Registrado em: 28 Jun 2015, 05:49
Mensagens: 6
Localização: Jaboatão dos Guararapes
Cidade onde mora: Jaboatão dos Guararapes/PE
Senhores, sou relativamente novo no site, mas sempre acompanho e leio muitas postagens aqui, pois entendo que é o melhor lugar para me informar sobre a Tenere 250...

Bom, como experiência própria de motorização à pistão, nunca, jamais vi alguém comentar, mas o maior fator de perda ou ganho de potência em um motor à pistão é a elevação do solo em relação ao nível do mar. Nesse tipo de motor esse é o fator mais importante. Assim, vejo os diversos resultados e testes com referência à troca do pinhão e/ou da coroa, mas um grande diferencial nisso tudo e que falta é: qual é a altitude em que a moto se encontra? Por exemplo, a altitude média para quem está em São Paulo (capital) é de 800 metros acima do nível do mar; quem está em Recife (meu caso), que está a 3 metros acima do nível do mar, terá maior disponibilidade de potência a quem está em São Paulo, ou seja, ter pinhão 13 e coroa 38 pode ser muito bom para minha moto, que estou em Recife, mas muito ruim para quem está em SP.

Deu para entender? O maior fator de perda de potência de um motor à pistão se dá pela diferença de altitude acima do nível do mar. Nisso, os testes neste tópico mencionados, deveriam incluir também a quantos metros que a moto está acima do nível do mar. Eu uso o pinhão 13 com coroa 38 e o rendimento de minha Teneré 250 é muito melhor do que com a relação original.

_________________
Fred Mesquita
Recife - PE

TENERE 15/15 Branca
(3ª Moto)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 01 Jul 2017, 19:54 
Offline

Registrado em: 06 Fev 2016, 19:06
Mensagens: 69
Cidade onde mora: São Roque/SP
Chico escreveu:
Boa trarde pessoal, tenho uma tenere 250/16, esta com 4000km rodados já, fiz o amaciamente conforme o manual, hoje 07/10/16, peguei a Dutra vazia e resolvi testar o maximo do motor, acelerei ao maximo da manopla, a moto nao passava dos 8000 rmp nem nas decidas, e a velocidade 130k/h, o que eu estranhei foi nao passar demodo algum nem nas decidas dos 8000 rpm, alguem ja teve isso?


@Chico

Alguns carros tem limitação no chip da injeção eletrônica.
Assim, por mais que você acelere, ele não vai ultrapassar um limite de RPM.
Não sei se a Yamaha tem isso também, mas não estranharia.

Particularmente acho que 120 km/h nessa moto esta de bom tamanho.
Ela é muito leve para acelerar acima disso.

Abs,
Mem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 01 Jul 2017, 23:27 
Offline

Registrado em: 10 Set 2013, 18:51
Mensagens: 190
Cidade onde mora: floripa/sc
memluz escreveu:
Chico escreveu:
Boa trarde pessoal, tenho uma tenere 250/16, esta com 4000km rodados já, fiz o amaciamente conforme o manual, hoje 07/10/16, peguei a Dutra vazia e resolvi testar o maximo do motor, acelerei ao maximo da manopla, a moto nao passava dos 8000 rmp nem nas decidas, e a velocidade 130k/h, o que eu estranhei foi nao passar demodo algum nem nas decidas dos 8000 rpm, alguem ja teve isso?


@Chico

Alguns carros tem limitação no chip da injeção eletrônica.
Assim, por mais que você acelere, ele não vai ultrapassar um limite de RPM.
Não sei se a Yamaha tem isso também, mas não estranharia.

Particularmente acho que 120 km/h nessa moto esta de bom tamanho.
Ela é muito leve para acelerar acima disso.

Abs,
Mem



É porque a resistência do ar é uma função exponencial, e o motor não tem potência suficiente para vence-la a partir deste ponto - por volta de 140Km/h nesta moto.
Resumindo e simplificando: quanto maior a velocidade, muito mais potência é necessária para ganhar uns poucos Km/h. Não é limite de giro do motor, e sim o atrito do ar que está "segurando" o conjunto todo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 10 Jul 2017, 10:40 
Offline

Registrado em: 08 Abr 2015, 23:30
Mensagens: 4
Cidade onde mora: Rio de Janeiro / RJ
Senhores,

Coloquei o pinhão 14 e mantive a coroa original (botei uma nova com corrente, mas nas specs originais).

Tenho 1.81m e 78kg

Notei o que muitos falaram da perda de potencia para apenas 500...600rpm a menos. Esperava mais

Rodo 80km todos os dias em trechos retos e planos, sem transito. Então é aceleração constante o tempo todo.

Meu consumo piorou 4km/L , ainda estou fazendo testes para ver se não sou eu compensando a falta de força com mais enroscada de punho.

Alguém mais notou uma piora no consumo? A potencia / velocidade final / velocidade real no painel não me interessam, o que me preocupa é o consumo.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 28 Jul 2017, 01:34 
Offline

Registrado em: 28 Jun 2015, 05:49
Mensagens: 6
Localização: Jaboatão dos Guararapes
Cidade onde mora: Jaboatão dos Guararapes/PE
Troquei a coroa original da minha Tenere 250 por uma similar, usada na XTZ 250X originalmente com 38 dentes. Mantive o pinhão com 13 dentes e foi necessário diminuir 2 elos da corrente. Sempre ando só na moto, tenho 1,95 de altura e peso 97 quilos.

Ainda não tive como testar na rodovia, em viagens, mas rodando na cidade não notei diferença alguma na arrancada, somente notei que a passagem de marcha ficou mais adiantada. Testei com um garupa de 80 quilos e não notei diferença alguma nas arrancadas. Bom. em breve devo fazer um teste numa rodovia e vou deixar aqui minhas impressões.

_________________
Fred Mesquita
Recife - PE

TENERE 15/15 Branca
(3ª Moto)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 28 Jul 2017, 08:14 
Offline

Registrado em: 10 Nov 2014, 21:08
Mensagens: 799
Cidade onde mora: guarulhos/Sp
ptessa escreveu:
Senhores,

Coloquei o pinhão 14 e mantive a coroa original (botei uma nova com corrente, mas nas specs originais).

Tenho 1.81m e 78kg

Notei o que muitos falaram da perda de potencia para apenas 500...600rpm a menos. Esperava mais

Rodo 80km todos os dias em trechos retos e planos, sem transito. Então é aceleração constante o tempo todo.

Meu consumo piorou 4km/L , ainda estou fazendo testes para ver se não sou eu compensando a falta de força com mais enroscada de punho.

Alguém mais notou uma piora no consumo? A potencia / velocidade final / velocidade real no painel não me interessam, o que me preocupa é o consumo.


pinhão maior = relação mais longa, e vc está mais rápido....

pega um GPS e confere a velocidade do painel, vc vera que para a mesma velocidade no painel, agora na real vc está mais rápido, em algumas faixas de giro isso pode significar menor margem erro, e em outros margem invertida, antes a 50 no painel seria uns 44 ou 45 real, com o pinhão maior, deve estar entre 48 e 49 real... se algum dia colocar o de 15 vera que ficara entre 50 e 51 real... mas a 60 no painel, o real será de 65 o que pode causar problema com radares... a diferença de km/l pode não ser uma piora e somente uma medição mais precisa..


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 28 Jul 2017, 09:12 
Offline

Registrado em: 08 Jul 2016, 11:44
Mensagens: 7
Localização: Maceió/AL
Cidade onde mora: Maceió/AL
fredmesq escreveu:
Senhores, sou relativamente novo no site, mas sempre acompanho e leio muitas postagens aqui, pois entendo que é o melhor lugar para me informar sobre a Tenere 250...

Bom, como experiência própria de motorização à pistão, nunca, jamais vi alguém comentar, mas o maior fator de perda ou ganho de potência em um motor à pistão é a elevação do solo em relação ao nível do mar. Nesse tipo de motor esse é o fator mais importante. Assim, vejo os diversos resultados e testes com referência à troca do pinhão e/ou da coroa, mas um grande diferencial nisso tudo e que falta é: qual é a altitude em que a moto se encontra? Por exemplo, a altitude média para quem está em São Paulo (capital) é de 800 metros acima do nível do mar; quem está em Recife (meu caso), que está a 3 metros acima do nível do mar, terá maior disponibilidade de potência a quem está em São Paulo, ou seja, ter pinhão 13 e coroa 38 pode ser muito bom para minha moto, que estou em Recife, mas muito ruim para quem está em SP.

Deu para entender? O maior fator de perda de potência de um motor à pistão se dá pela diferença de altitude acima do nível do mar. Nisso, os testes neste tópico mencionados, deveriam incluir também a quantos metros que a moto está acima do nível do mar. Eu uso o pinhão 13 com coroa 38 e o rendimento de minha Teneré 250 é muito melhor do que com a relação original.




Bom dia amigo, qual as referencias dessa relação, tipo: marca do pinhão, coroa e corrente? Aço 1045?
Vc já fez o teste em cruzeiro? é verdade que ela ganha um fôlego na velocidade final? tipo dizem que nessa conjuntura ela cai uns 5000rpm's.

Obrigado

_________________
Yamaha XTZ250 Tenere/Cinza/16/16
XR 250 Tornado/trilha/2015 a 2017
CG FAN 150/2013 a 2014
XR 200/2011 a 2015
XLR 125 2008 a 2009


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 28 Jul 2017, 09:24 
Offline

Registrado em: 08 Abr 2015, 23:30
Mensagens: 4
Cidade onde mora: Rio de Janeiro / RJ
Thiago_1100S escreveu:
ptessa escreveu:
Senhores,

Coloquei o pinhão 14 e mantive a coroa original (botei uma nova com corrente, mas nas specs originais).

Tenho 1.81m e 78kg

Notei o que muitos falaram da perda de potencia para apenas 500...600rpm a menos. Esperava mais

Rodo 80km todos os dias em trechos retos e planos, sem transito. Então é aceleração constante o tempo todo.

Meu consumo piorou 4km/L , ainda estou fazendo testes para ver se não sou eu compensando a falta de força com mais enroscada de punho.

Alguém mais notou uma piora no consumo? A potencia / velocidade final / velocidade real no painel não me interessam, o que me preocupa é o consumo.


pinhão maior = relação mais longa, e vc está mais rápido....

pega um GPS e confere a velocidade do painel, vc vera que para a mesma velocidade no painel, agora na real vc está mais rápido, em algumas faixas de giro isso pode significar menor margem erro, e em outros margem invertida, antes a 50 no painel seria uns 44 ou 45 real, com o pinhão maior, deve estar entre 48 e 49 real... se algum dia colocar o de 15 vera que ficara entre 50 e 51 real... mas a 60 no painel, o real será de 65 o que pode causar problema com radares... a diferença de km/l pode não ser uma piora e somente uma medição mais precisa..


Fiz isso no primeiro dia que mudei

Basicamente sempre 2km/h a mais no painel (70 no painel, 68 no GPS) (100 no painel - 98 no GPS)

Significa que antes a margem era maior ainda.

Mas o que me incomoda é que a economia de com bustível nao rolou com a pequena queda de rotação, a moto está mais morta, basicamente não me ajudou em nada...

Eu ando 80km todos os dias a 90km/h... Isso da pouco menos de 6mil giros... ela ta fazendo 27km/L


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 30 Jul 2017, 02:09 
Offline

Registrado em: 28 Jun 2015, 05:49
Mensagens: 6
Localização: Jaboatão dos Guararapes
Cidade onde mora: Jaboatão dos Guararapes/PE
D.Rock#115 escreveu:
fredmesq escreveu:
Senhores, sou relativamente novo no site, mas sempre acompanho e leio muitas postagens aqui, pois entendo que é o melhor lugar para me informar sobre a Tenere 250...

Bom, como experiência própria de motorização à pistão, nunca, jamais vi alguém comentar, mas o maior fator de perda ou ganho de potência em um motor à pistão é a elevação do solo em relação ao nível do mar. Nesse tipo de motor esse é o fator mais importante. Assim, vejo os diversos resultados e testes com referência à troca do pinhão e/ou da coroa, mas um grande diferencial nisso tudo e que falta é: qual é a altitude em que a moto se encontra? Por exemplo, a altitude média para quem está em São Paulo (capital) é de 800 metros acima do nível do mar; quem está em Recife (meu caso), que está a 3 metros acima do nível do mar, terá maior disponibilidade de potência a quem está em São Paulo, ou seja, ter pinhão 13 e coroa 38 pode ser muito bom para minha moto, que estou em Recife, mas muito ruim para quem está em SP.

Deu para entender? O maior fator de perda de potência de um motor à pistão se dá pela diferença de altitude acima do nível do mar. Nisso, os testes neste tópico mencionados, deveriam incluir também a quantos metros que a moto está acima do nível do mar. Eu uso o pinhão 13 com coroa 38 e o rendimento de minha Teneré 250 é muito melhor do que com a relação original.




Bom dia amigo, qual as referencias dessa relação, tipo: marca do pinhão, coroa e corrente? Aço 1045?
Vc já fez o teste em cruzeiro? é verdade que ela ganha um fôlego na velocidade final? tipo dizem que nessa conjuntura ela cai uns 5000rpm's.

Obrigado



Estou usando o pinhão e corrente original da Teneré, mas foi preciso retirar 2 elos da corrente, pois troquei a coroa por uma da XTZ 250X ((aço 1045) que comprei na Riffel. Ainda não tive tempo de testar em cruzeiro, mas na cidade não notei diferença alguma nas arrancadas, somente esticou mais as marchas. Notei também uma ligeira redução na RPM da moto mantendo o mesmo regime anterior (com a coroa 40). Em breves esticadas de velocidades, notei mais disposição da moto e menor rpm.

Em breve farei um teste mais prolongado inclusive marcando o consumo de cruzeiro.

_________________
Fred Mesquita
Recife - PE

TENERE 15/15 Branca
(3ª Moto)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 20 Ago 2017, 23:11 
Offline

Registrado em: 28 Jun 2015, 05:49
Mensagens: 6
Localização: Jaboatão dos Guararapes
Cidade onde mora: Jaboatão dos Guararapes/PE
Amigos, rodei 367,6 Km na BR-101 e pude fazer meu primeiro teste rodando com a relação na Tenere: pinhão 13 e coroa com 38 dentes. Segue minhas impressões:

Foram 367 Km rodados no total, sendo os primeiros 30 Km com velocidade média de 40 Km/h (devido ao grande engarrafamento que peguei na BR). O restante, os 337 Km rodei na média de 100 Km/h. Era dia de sol, temperatura média de 33 graus, sem chuva. Eu estava só, peso 97 Kg e estava com o Baú traseiro com pouco peso.

Saí de casa, passei no posto BR e enchi o tanque da Teneré 250 com gasolina Aditivada. Calibrei os pneus (28-28) e peguei a estrada. Já no retorno da viagem, abasteci novamente enchendo o tanque. A moto pegou 12,691 litros, e calculei a média de consumo, que deu 29,15 km/litro. Arredondo esse valor para 29 km/litros, o que achei excelente, pois nessa média eu nunca fiz mais do que 25 km/litro.

Com a mudança da coroa para 38 dentes, não notei mudança alguma na capacidade de aceleração, que para mim ela manteve-se a mesma. A diferença que notei foi que dava mais para alongar a 4º marcha antes de engatar a 5º marcha, ou seja, a 4º marcha ficou mais disponível (a 5º tbm, mas não fui acima disso, alongando-a). Notei uma queda substancial na RPM rodando a 100 km/hr e menos barulho vindo do motor. A moto ficou super silenciosa. No geral, achei excelente o desempenho, pois como já havia dito, sempre ando só na Tenere.

_________________
Fred Mesquita
Recife - PE

TENERE 15/15 Branca
(3ª Moto)


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 168 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 12, 13, 14, 15, 16, 17  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários registrados: Bing [Bot], Google [Bot]


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB